LilySlim Weight loss tickers

76 kg falta apenas 1 kg
Q minhas asas alcancem meus sonhos

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Cardiologista e Pneumologista


Hj foi tranquilo, o céu estava nublado não tomei CHUVA...rsrs...assim a caminhada fica mais fácil.
Fiz um eletro e estava tudo normal, o Cardiologista pediu um ecocardiograma estando OK disse q me dá o laudo...hehe
Na Pneumologista ela achou q eu não aparentava precisar da cirurgia (ti linda), até q perguntou o meu peso, aí teve q concordar rs, pediu exame de função pulmonar e um raio X, diz ela q não terei problema nunhum, q minha cirurgia seria sossegada e eu ia amar (adoro ouvir isso), saindo o resultado ela me dá o laudo...hehe d novo rs. Já marquei os dois exames p o dia 8. Amanhã marco o raio X.


Butterfly Kisses

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Não é fácil não


Gente do céu tudo cansa (rapidinho), tem certos passeios q topo fazer, mas não consigo curtir direito pq fico cansada e c dor. (quero sombra e água fresca...rs)
Até p ir no médico é complicado (qdo a consulta é em Osasco), tem uma LADEIRA aqui p sair do meu cond. q não é mole não, só de olhar já cansa...rsrs, até o ponto de ônibus são 20 min de caminhada, o q não seria tão ruim se não tivesse essa bendita ladeira p atrapalhar minha vida. Quando chego lá em cima já estou sem fôlego, derretendo, morrendo de cede, com dor nas pernas no joelho no tornezelo, dor nas costas, dor na cabeça por causa do Sol e a bochecha fica rosa choque rs. Normalmente saio depois do almoço, minha filha estuda a tarde então estou livre nesse horário, o duro é o Sol de rachar q é esse horário, e nessa época acabo voltando p casa debaixo de chuva. Vou c a cara e a coragem como sempre, qdo tenho consulta em SP meu marido me leva, masss não é sempre então qdo é aqui na cidade vou sozinha... afinal d contas alguem tem q trabalhar nessa casa...rs ele é um amor, carinhoso e atendioso (Maridão).
Agora difíl é escutar os outros falarem vc é MOLE, reclama por pouca coisa, CACILDA fui não fui, quase morrendo mas fui, p eles q tem 53 kg a menos é fácil mesmo, p mim tbm era, agora a situação é outra, mais pesada rs. (vou sugerir q façam caminhada c 10 sacos de arroz) quero só ver se vão dizer q é Fácil.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

NOVA AGENDA


25/10 03:30 dentista * estava precisando rsrs
31/10 03:00 pneumologista Dr Angela Cor & Ar
31/10 02:30 cardiologista Dr Clovis Cor & Ar, eletrocardiograma
05/11 08:30 endoscopia Delboni - (deu gastrite crônica) tratando antes da cirurgia, 20 dias de medicamento
08/11 13:00 ecocardiograma
08/11 14:00 cardiologista /laudo na mão
08/11 14:20 função pulmonar
11/11 18:30 nutricionista Karine Ganep e exame bioimpedancia /laudo na mão
19/11 09:10 hemograma Delboni - (colesterol muito alto)
19/11 10:00 raio x Hosp Sino Brasileiro
23/11 15:00 psicóloga - Elaine
28/11 15:15 pneumologista /laudo na mão
30/11 15:00 psicóloga - Elaine
02/12 16:25 ginecologista * estava atrasada, aproveitei p marcar
06/12 15:30 psicóloga
08/12 09:10 ultrasom delboni - (esteatose leve)
13/12 15:30 psicóloga
15/12 15:30 ginecologista retorno *
20/12 15:30 endocrino/ laudo na mão Dr Regina Hosp Edmundo Vasconcelos
21/12 08:45 cirurgião vascular  Dr Yeh Hosp Sino Brasileiro
22/12 10:30 psicóloga/ laudo na mão
26/12 00:00 doppler venoso
04/01 00:00 cir vascular/laudo na mão
10/01 17:00 Dr Cinara - progastro
12/01 13:20 colposcopia delboni - novamente
24/01 14:15 ginecologista

03/02/12  15:00 CIRURGIA


* aproveitar e passar no dentista e ginecologista

AINDA BEM Q MARQUEI GINECOLOGISTA, ESTAVA C UM INFLAMAÇÃO ALTA, TEREI Q TRATAR ANTES DA CIRURGIA - correr contra o tempo agora


COR & AR - OSASCO -CARDIOLOGISTA DRº CLOVIS E PENUMOLOGISTA DRª ANGELA - 3653-2820 http://corear.com.br/

ENDÓCRINOLOGISTA NO HOSP.EDMUNDO VASCONCELOS- DRª REGINA 5080-4200 http://www.hospitaledmundovasconcelos.com.br/conteudo/home/default.aspx

PSICÓLOGA ELAINE  3681-8579 - OSASCO

CIRURGIÃO VASCULAR DRª YEH - NO HOSP MATERNIDA DE SINO BRASILEIRO 3652-8000 http://www.hospitaledmundovasconcelos.com.br/conteudo/home/default.aspx

NUTRICIONISTA DRª GABRIELE E DRª KARINE 3288-8367 AV. PAULISTA http://www.ganep.com.br/index-3-consulta.php

EXAMES DELBONI AURIEMO OSASCO - 3049-6999 http://www.delboniauriemo.com.br/

HOSP BENEFICENCIA PORTUGUESA http://www.bpsp.org.br/  3505-1000


GASTRO DRª CINARA - CLINICA PROGASTRO 3251-2001 /3251-3822

Parece piada


AFF... Acabei de receber duas ligações (em seguida...rs) desmacando consultas, o Pneumologista dessa quinta e a Psicólogo na segunda.
TÁ DE ROSCA

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

PUTZ GRILO - Assim fica difícil



. No endócrino q passei, ele disse q não indica cirurgia aos pacientes dele.
. Segunda-feira passada tinha consulta c a psicóloga, por causa do horário de verão todo mundo em casa perdeu a hora.
. Sexta-feira tinha nutricionista, mas esqueci q meu marido ia pescar, tive q marcar p outro dia pq eu nem sei onde fica aquilo e era ele q ia me levar.
. Hoje fui ao Delboni p fazer o ultra som, e advinhem... estava sem sistema.


TA LOKO VIU já estou desanimando.
Caramba será q isso é um sinal ?!
Acho q até p isso sou meio loira.


Oh meu Deus me dá uma luz.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Endócrinologista


Acho que arrumei uma solução para esse problema, a prima do maridão disse que me dá o laudo...hehehe... vou passar por uma consulta c ela, nunca tratei c ela, mas não é de hoje q ela me conhece, levo meus exames p ela e vejo se preciso fazer mais algum p ela me dar o laudo. Ela disse q o Hosp Beneficência Portuguesa é um dos melhores.
Dra Adriane ai vou eu.


ENCONTREI NO FACE VIDEOS BEM LEGAIS http://www.youtube.com/user/avidasaudavel



quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Boca Fechada (não entra mosca...rs)




Eu tenho ouvido alguns comentários ultimamente que tem me deixado PASMA!
Como tem gente que não sabe nada sobre gastroplastia e obesidade. Ao escutar os absurdos meu cérebro cria uma resposta automática, mas meu desconfiômetro é acionado e então eu dou a resposta educadinha de sorriso amarelo.


Pergunta: Vai fazer cirurgia bariátrica...você é louca?
Resposta Automática: Não, eu estava louca por ter engordado a esse ponto, agora estou sã, minha filha.
Resposta Educadinha: Não é bem assim, tem todo um preparo, cuidado e acompanhamento, eu estou ciente dos riscos e privações mas sei que vai dar tudo certo.




Pergunta: Nossa!Mas isso não é perigosíssimo?
Resposta Automática: Perigoso é ser obeso mórbido.
Resposta Educadinha: Não é não, a medicina e as técnicas da cirurgia evoluíram muito.




Pergunta: Ah...mas eu gosto de você assim gordinha.
Resposta Automática: Ah você gosta? Tente carregar 70Kg de banha extra no seu corpo pra você ver se gosta!
Resposta Educadinha: Hehe obrigada, mas saúde em primeiro lugar né?




Pergunta: Você sabe que nunca mais vai poder comer né?
Resposta Automática: Meu bem, eu não vou morrer, vou reduzir o estômago. E eu já comi exageradamente a vida inteira mesmo.
Resposta Educadinha: Não é assim, com o tempo tudo se normaliza. É uma privação programada.




Pergunta: Mas porque você vai fazer isso? Não dá pra tentar fazer regime mais uma vez? Você já conseguiu emagrecer antes não foi?
Resposta automática: Eu só tento isso a 10 anos, e olha como funcionou!
Resposta Educadinha: Ah, não dá mais, eu já tentei mil vezes, mil dietas diferentes acredito que a cirurgia é a melhor solução para mim.




Pergunta: Fulano fez e engordou tudo de novo, você tem certeza que quer arriscar a sua vida?
Resposta automática: Obrigada por me ver como uma fracassada antes mesmo de eu tentar. Se fulano não tem disciplina e controle isso significa que eu não vou ter? Ah esqueci...gordo é tudo a mesma M%$#@ né?
Resposta Educadinha: É, realmente tem gente que não leva a sério e acaba ganhando o peso. Mas eu estou decida, se vou passar por uma cirurgia me "mutilar" é porque realmente eu estou determinada.


TROUXE DO BLOG DA FERNANDA
http://sosgastroplastia.blogspot.com/

Adorei o texto




SER GASTROPLASTIZADO É...

Ter a chance de um novo recomeço.
Ver o sonho de anos se realizar.
Se arrepender por não ter feito a cirurgia muito antes.
Aprender a cada dia a lidar com novas limitações.
Não pensar sempre em comer, mas, o que comer e como comer.
Saber priorizar os alimentos que vão lhe fazer bem.
Ter que fazer a sua parte a cada dia.
É saber entender o que acontecerá no seu corpo e estar disposta a enfrentar todas as mudanças.
Ficar feliz a cada roupa perdida.
Correr louca à procura de uma balança, quando na verdade passou a vida toda fugindo dela.
Pensar que valeu a pena contar nos dedos o tão esperado dia da cirurgia.
Morrer de medo que alguma coisa dê errado.
Relembrar do nervosismo que foi caminhar pelos corredores do hospital em direção ao bloco cirúrgico.
Sonhar com roupas descoladas a todo instante.
Falar de redução de estômago até cansar e cansar.
Se emocionar de verdade ao ver fotos antigas.
Conhecer várias outras pessoas gastroplastizadas no orkut e ficar trocando figurinhas.
Querer ver todas as fotos de pessoas que já fizeram redução e imaginar quando seu álbum estiver prontinho.
Usar roupas coloridas e abandonar as pretas.
Comprar roupas que eu gosto, não o que me serve.
Ter o maior orgulho em dizer que fiz redução de estômago.
Ser gastroplastizada é maravilhoso! Uma sensação mágica, única, indescritível! Uma mistura de todos os sentimentos possíveis... Uma luta diária.
Ter que ouvir comentários do tipo: já está magra demais; se não tiver cuidado volta a engordar tudo outra vez; com essa dieta até eu emagrecia.
É saber que os olhares que antes eram de preconceito e piedade hoje são de admiração.
É sentir saudades de todas as etapas vencidas e ter a certeza de que se fosse preciso faria tudo novamente.
É celebrar as pequenas e grandes conquistas, enfrentar as privações e dificuldades e vibrar diante dos resultados.




ROUBEI DA DANI
http://danielleaaguia.blogspot.com/

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Ai que raiva que dá



Nova consulta com endócrino
dia 20/12 as 17:45
Dr Regina - Hosp Edmundo Vasconcelos

respondendo: "Um pouco mais sobre mim" by Daniela Etc e Tal


Uma Mania?
Internet... já se tornou um vício


Pecado capital?
Gula e Preguiça

Animal de estimação?
cachorro...tenho um Yorkshire


Tem piercing ou tatuagem?
Tenho uma tatoo...borboleta no pescoço


Toca no som do carro...
Amo rock, mas morro de paixão por sertanejo universitário. Detesto samba e pagode


Não saio de casa sem...
Perfume e maquiagem


Habilidade como dona de casa?
Cozinhar


O que não gosto de fazer em casa?
detesto arrumar a casa e fazer faxina...xiii acho q nasci p ser madame...kkk


O que me irrita?
gente atrasada


Frase ou palavra que fala muito?
eita lele


Palavrão mais usado?
FDP e PQP


Perfume que uso no momento?
Jadore CHRISTIAN DIOR, Ange ou Demon GIVENCHY, Pink of Touch LACOSTE, Fantasi, Midnight e Circus BRITNEY SPEARS, Deep Red HUGO BOSS, Black Xs PACO RABANNE


Elogio favorito?
você tinha razão


Talento oculto?
decoração


Não importa que seja moda, não usaria nem no meu enterro?
muitooooo brilho


Eu sou extremamente?
Amiga, atenciosa, ansiosa


Se você gostou responda esse questionário no seu blog!

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Endócrino


Passei no endócrino hj, depois de duas horas e meia de atraso fui atendida, ele disse q primeiro trata os pacientes dele p depois indicar a cirurgia, mas disse q normalmente não indica, perdi o dia e nadaaa :( Estou achando q vou precisar pagar uma consulta particular... ninguem merece.
PIOR... ELE ME PASSOU UMA DOSE CAVALAR DE ANFEPRAMONA, ISSO PQ ESSA SEMANA FOI PROIBIDO (MÉDICO MALUCO) OU ESTÁ QUERENDO ME DEIXAR LOUCA


GRAÇAS AS MENINAS DO FACEBOOK, já tenho duas indicações, o jeito é marcar nova consulta.


Valeu Dani Mariano e Cris Postigo




Dra. Regina no Edmundo Vasconcelos
Endometa - Osasco, Dr Horacio

Entrevista - muito boa

domingo, 9 de outubro de 2011

Eu


Não penso em fazer a cirurgia pelas pessoas, pelo q acham ou o q dizem, não é de hj que brigo c a balança, mas de 10 anos pra cá a coisa tem piorado, é claro q o preconceito das pessoas incomoda e o desgosto de entrar em uma loja... gostar d certas roupas mas saber q p vc aquela roupa nãooooo fica bem (e nem tem o n°)isso é terrível. Sempre achei q... se é bonito tem q mostrar mesmo, mas se está feio tem sim q esconder e disfarçar.
Agora o q tem acabado comigo são as dores nos pés, joelho, costas, indisposição, preguiça, cansaço (sem explicação) q na verdade tem explicação simmm, pq cosar o saco o dia inteiro dormir bem (não sei se tenho apinéia) e acordar cansada no outro dia não é normal. Me canso a toa... por nada, me sinto uma vóvozinha c apenas 34 anos, desse jeito em 10 anos serei praticamente uma velhinha coróca...rsrs. Fora o colesterol e outros problemas de saúde q vem d brinde, minha pressão tinha normalizado c 15 kg a menos, hj nem sei, diabete já estava no limite, e a gordura no fígado q descobri a dois anos atras deve ter piorado.
Tenho medo dá cirurgia, dos riscos q ela tem. Não do periodo de adaptação e restrição q irei enfrentar, esse medo é o mesmo de qualquer pessoa q vai entrar na faca.
Mas confesso q tenho receio d emagrecer demais, afinal de contas nunca usei uma calça 38, era sempre 40 42, se eu chegar ao nº 44 46 já estaria Super Mega Feliz.
Pensativa Eu... só um pouquinho (bastantão...rs).

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

AGENDA CHEIA


10/10 15:15 Endócrino

11/11 18:30 Nutricionista

24/10 08:45 Ultra som

26/10 09:30 Cirurgião Vascular

27/10 13:40 Pneumologista

31/10 14:30 Cardiologista

05/11 09:00 Endoscopia/ Hemograma

01/11 07:00 Psicólogo

20/12 17:45 NOVA CONSULTA endócrino

08/02 08:40 gastro Ligia


Já aproveitei a festa e marquei Ginecologista 00/11 00:00 e Dentista 25/10 15:30
Dermatologista p filhota e maridão
oftalmo p Saah e neuro
Alergista tbm

Alimentação após a Cirurgia






Alimentação após a Cirurgia

Os primeiros dias de alimentação pós cirúrgica são específicos e devem ser seguidos para evitar algumas complicação.
As modificações ocorrem por fases: liquida, pastosa, purê, mole e consistência normal, mas deverá seguir de acordo com cada paciente.

Fase 1. Alimentação líquida restrita (7 dias)
Os alimentos estão na forma líquida (caldos), constituída de pequenos volumes, cerca de 100 a 150 ml, fracionados em 6 a 8 vezes ao dia, respeitando um intervalo de 2 horas entre as refeições. Os alimentos deverão ser tomados lentamente, demorando cerca de 40 minutos para ser ingerido.
A atenção especial nessa fase é a forma de ingestão dos alimentos, volume alimentar ingerido, fracionamento e preparo dos alimentos.
Essa fase é constituída de água, chá ervas, gelatina diet, sucos naturais coados, caldos, sopas liquidificadas, leite desnatado, vitaminas ralas, iogurte dietético sem pedaços.
Recomendações: Atenção na forma de ingestão dos alimentos – principalmente VELOCIDADE - e na hidratação, através da coloração da urina (urina escura pode ser sinal inicial da desidratação), sede e língua e boca secas.

Fase 2. Dieta Pastosa:
Esta fase caracteriza-se por consistência de sopa cremosa/pastosa.
Os alimentos da sopa deverão ser liquidificados e coados em peneiras fina e grossa, de acordo com orientação nutricional.
Nesta fase a quantidade a ser ingerida é a mesma da primeira semana, de 100 a 150 ml, de acordo com a tolerância do paciente.
Duração: 15 dias

Fase 3. Dieta de purê:
Inicia-se no final do primeiro mês de cirurgia e tem duração de 1 semana.
É uma sopa totalmente liquidificada e coada, onde ainda não existem pedaços de alimentos.
Essa fase é constituída de purês, pastas ou cremes, suflê, caldo de feijão, carne triturada ou moída, legumes ralados e sem casca.
Recomendações: Atenção na MASTIGAÇÃO, velocidade da ingestão dos alimentos e consistência.

Fase 4. Otimização da dieta, dieta branda.
Inicia por volta do 30º dia após a cirurgia. Os alimentos já estão próximos à consistência normal, mantendo-se a restrição à alimentos crus e com fibras.
Essa fase é constituída de alimentos na consistência normal, com tempo de cozimento aumentado, não se incluindo frituras.
Recomendações: Atenção quanto as escolhas dos alimentos ingeridos, optar por refeições nutritivas. Aplicar os conceitos da reeducação nutricional.
Tempo de duração: 1 semana


Fase 4. Adaptação final e independência alimentar:
Inicia com 1 mês e meio de cirurgia e evolui de acordo com as características individuais podendo iniciar-se um pouco antes ou um pouco depois. Dieta deverá ser normal, mantendo apenas o controle de volume e balanceamento nutricional.
As restrições alimentares serão em relação ao consumo de bagaços, sementes, cascas duras especialmente de verduras e legumes, alimentos como carnes duras, empanados e frituras.
Em geral deve-se procurar manter:
• Plano alimentar com seis refeições fracionadas ao dia, pequenos volumes e freqüentes.
• Mastigar muito bem os alimentos, alimentando-se ambiente tranqüilo e sem pressa.
• Ingerir líquidos somente entre as refeições, nunca durante, preferindo água ou água de coco.
• Não consumir doces e refrigerante
• Procurar equilibrar a dieta ao longo do dia.
• Parar de comer assim que sentir-se satisfeito.
• Praticar atividade física diária
Retornar ao acompanhamento sempre que solicitado.

PERGUNTAS FREQUENTES EM CIRURGIA BARIÁTRICA


PERGUNTAS FREQUENTES EM CIRURGIA BARIÁTRICA

Qual o peso ideal para operar?

Não há peso ideal para operar. Existe uma continha simples que pode ser feita para determinar o IMC (índice de massa corpórea). É esse índice que determina quem deve ser operado. IMC é igual ao peso dividido pela altura ao quadrado, e quem tem IMC maior que 40, normalmente tem indicação formal de cirurgia. Por exemplo. Uma pessoa de 98kg e 1,56 de altura:

IMC=98/(1,54 X 1,54), então o IMC é igual a 41,3

Essa pessoa tem indicação de cirurgia.


E se eu tiver IMC menor que 40, não posso operar?

Normalmente as pessoas com IMC menor que 40 não têm indicação de cirurgia, a menos que seja entre 35 e 40 e a pessoa tenha outras doenças graves associadas. Nesse caso cada paciente será analisado individualmente.


Como fica o estômago após a cirurgia?

O volume total do estômago fica reduzido para cerca de 40ml (um pouco mais que um copinho de café), e a alimentação obviamente não pode ter volume muito maior que esse em cada refeição.

O que vou comer depois da cirurgia?
Nas primeiras semanas a alimentação é exclusivamente líquida. Normalmente os alimentos habituais podem voltar à mesa após algumas semanas. Toda a orientação necessária será fornecidas pela nutricionista antes e depois da cirurgia.

Como vai ser minha vida depois de operado?
É uma grande mudança. Mudam os hábitos, muda o corpo, mudam as roupas. O paciente pode voltar a fazer esportes, já que diminuem as dores articulares. Portadores de diabetes e hipertensão arterial são muito beneficiados, chegando, inclusive a ficar completamente sem medicações. O tratamento cirúrgico da obesidade é, atualmente, considerado a única maneira de cura completa da diabetes do adulto.

Quanto tempo fico no hospital?
O procedimento normal demanda cerca de 3 dias no hospital, dependendo da evolução de cada paciente.

Qual o risco da cirurgia?
É um risco seguramente menor do que não ser operado. Um obeso mórbido tem uma chance estimada de 10 a 15 vezes maior de morrer de doenças diversas (hipertensão, diabetes, derrames, infartos, etc) do que um paciente operado. A chance de morrer nessa cirurgia não chega a 1%. O risco de ter complicações como trombose, infecções e fístulas é um pouco maior.

Porque são necessários nutricionista, psicólogo e endocrinologista no acompanhamento?
Antes da cirurgia o paciente é avaliado e estudado em todos os seus aspectos: metabólico, cardiológico, nutricional e psicológico. Os profissionais que acompanham o paciente têm a função de manter sob controle as mudanças que ocorrer no corpo. Por exemplo: a nutricionista orienta a melhor dieta em cada período após a cirurgia; o endocrinologista facilita a adaptação do corpo aos novos níveis de hormônios, glicose, etc. A psicóloga ajuda o paciente a se entender com seu novo corpo e a se adequar às novas maneiras de se relacionar com as pessoas. Imagine que em um mês o paciente pode chegar a mais de 20Kgs de perda ponderal. É uma velocidade de perda de peso muito rápida e o impacto nas relações sociais, metabólicas e alimentares precisa ser gerenciado.

Como funciona o grupo de apoio?
Após a cirurgia o paciente será acompanhado por um grupo de apoio, não só de profissionais de saúde, mas também terá contato com outros pacientes operados. Compartilhar as opiniões e experiências sobre esse novo modo de ver e viver a vida faz crescer muito. Aumenta a auto-estima, e eventualmente ajuda a conviver com alguma complicação da cirurgia. Muitas vezes é muito mais fácil aprender sobre uma situação com quem já viveu, do que com um médico ou nutricionista. Eventualmente os pacientes devem comparecer a uma reunião do grupo, onde estarão membros da equipe multiprofissional e pacientes já operados e os que ainda aguardam a cirurgia.


Eu vou ficar flácido após a cirurgia?

Sem dúvida! Qualquer pessoa que perca em torno de 40% do peso inicial – que é o que se perde normalmente após a cirurgia - fica flácido, com a pele caída, principalmente no abdome, pernas e braços.


Quando posso fazer plástica para corrigir isso?

Em torno de 1 ano e meio ocorre a estabilização de peso, ou seja a pessoa para de emagrecer. É nessa época que se pode começar a pensar em cirurgi

Capella ou Bypass (Cirurgia Bariátrica Mista)




Capella ou Bypass (Cirurgia Bariátrica Mista)



A cirurgia Mista, Capella ou Bypass gástrico é o método de “redução de estômago” mais utilizado no mundo. Tipo de cirurgia restritiva ou disabsortiva reduz o volume do estômago e o conecta ao intestino. Uma parte do estômago e do duodeno fica isolada da passagem do alimento, o que ajuda o processo de emagrecimento.




O que é IMC?

É a sigla para Índice de Massa Corpórea, que é obtido através do seguinte cálculo: IMC = peso ÷ (altura X altura).



Como é realizada a cirurgia de Bypass Gástrico?

A cirurgia Mista pode ser feita com ou sem anel. O procedimento pode ser por via laparoscópica (pequenos furos) ou através de uma incisão abdominal. É feita a construção de um novo e pequeno estômago (gastroplastia), através da colocação de anel de contenção, por onde o alimento passa diretamente para uma alça do intestino.



A cirurgia de Bypass gástrico provoca intolerância a doces?

Pode haver ter intolerância aos alimentos doces e gordurosos, conhecida como Síndrome de Dumping. Para evitar sintomas desagradáveis o paciente deve ter uma restrição dietética moderada.



Que benefícios a cirurgia Mista ou Bypass gástrico traz ao paciente?

Além de o paciente ficar saciado com menor quantidade de alimento, com a cirurgia Mista ou Capella ele tem uma rápida perda de peso (cerca de 70 % do excesso de peso), o que acarreta em excelente resolução das doenças associadas.



Tempo médio: 120 minutos



Anestesia: geral



Tempo de internação: 3 dias



Cuidados pós-cirúrgicos: dieta líquida seguida de dieta pastosa nos primeiros 30 dias e sob orientação médica.



Cuidados: acompanhamento médico periódico, tratamento multidisciplinar com psicólogo, nutricionista, endocrinologista e educador físico, mudança no estilo de vida e reeducação alimentar






Gastroplastia tipo bypass gástrico em Y de Roux (Cirurgia de Fobi-Capella, Wittgrove): estas técnicas diferem em poucos detalhes apenas. É um procedimento misto, ou seja,combina restritivo com disabsortivo. É realizado o grampeamento do estômago criando um reservatório de aproximadamente 30 a 50 ml e o desvio de cerca de 2 metros do intestino delgado (fino). Com isso, ocorre a restrição da quantidade de alimento que o paciente pode ingerir e também o retardo da mistura desse alimento com os sucos digestivos (bile e suco pancreático) para evitar a absorção calórica completa. O restante do estômago e do intestino não são retirados, são apenas excluídos do contato com os alimentos. Em alguns casos pode-se colocar um anel no novo estômago para diminui ainda mais a ingestão dos alimentos.

Vantagens:

a-) Perda de peso adequada e duradoura nos pacientes obedientes;
b-) Melhora de cerca de 96% das doenças associadas à obesidade como hipertensão arterial, diabetes tipo II (84%), apnéia do sono (ronco), dor nas costas e pernas (artropatias), dislipidemia (colesterol e triglicerídeos) e da depressão;
c-) Após 1 ano da cirurgia, os pacientes perdem em média 35% do seu peso ou até 77% do excesso de peso.

Riscos:

a-) Baixa absorção de ferro (anemia ferropriva) e cálcio (osteopenia e osteoporose) devido ao desvio do duodeno na cirurgia. Isto pode ser evitado com suplementação adequada, boa ingesta nutricional e retornos freqüentes com o cirurgião no pós-operatório;
b-) Anemia por falta de vitamina B12. Injeções ou pílulas podem resolver esta deficiência;
c-) Síndrome de "Dumping", quando o paciente ingere grande quantidade de comida ou alimentos ricos em açúcar;
d-) Úlcera e estenose (fechamento) da saída do novo estômago;
e-) Fístula: extravasamento do conteúdo do estômago ou intestino para o abdômen ou para a pele.

Métodos de Cirurgia

MÉTODOS DE CIRURGIA


A gastroplastia pode ser realizada por meio de dois métodos: cirurgia aberta ou por videolaparascopia.







VIDEOLAPARASCOPIA

No caso da Videolaparascopia, são feitos 4 a 6 portais (incisões de 5 e 10 mm) no abdome do paciente. O médico opera manejando instrumentos que possuem uma pequena câmera de vídeo.

A sala de cirurgia é cercada por monitores de televisão, onde são projetadas as imagens internas do corpo do paciente.

É uma operação menos agressiva e de recuperação mais rápida, visto que o paciente sofre menos trauma nos tecidos e músculos, com cortes muito pequenos.

A cirurgia bariátrica implica alguns riscos como qualquer outra cirurgia. Mas, como estamos especificando a de estômago. Vamos enumerar algumas possiveis complicações que essa cirurgia pode promover….

DURANTE A CIRURGIA OU NOS DIAS SEGUINTE

- Fístulas: Abertura dos grampos utilizados para separar o estômago e vazamento do líquido existente dentro do estômago. As fistulas podem ocorrer até o décimo dia após a operação.
- Embolia Pulmonar: São coágulos nas veias, que ficam parados por muito tempo durante a cirurgia. Esses coágulos podem causar a morte se forem levados pela corrente sanguínea até o pulmão.
- Infecções: De parede abdominal, dentro da cavidade abdominal, pulmões, pâncreas, esofagites, podem causar a dobra do intestino, devendo o paciente ser re-operado imediatamente.
- Seromas: Vazamento de líquido do pulmão para outras áreas do corpo.
– Parada Respiratória
- Parada Cardíaca
- Retirada do baço em caso de sangramento
- Complicações com a anestesia.

PERÍODO POSTERIOR À CIRURGIA

- Queda de cabelos:
- Mal estar, tonteiras, anemias, dores articulares…: Causadas pela falta de vitaminas, no caso das cirurgias de má-absorção. Isso se regulariza com o tempo e injerindo vitaminas como Centrum, Citoneurin, Rubranova, entre outras que serão receitadas pelo seu médico.
- Vômitos e diarréia
- Intolerância a certos alimentos.
- Síndrome de Dumping:
- Hérnias
- Gases: Resolve-se com remédios.
- Dores no corte da cirurgia (em caso de ciurgia aberta): Passa em alguns dias. O médico recomenda analgésico.
- Dores na região do fígado: É causada pelo “afastador” (um material que suspende o fígado durante a cirurgia para que ele não atrapalhe na visão dos órgãos).
- Estenose: Estreitamento do esôfago impedindo a passagem natural dos alimentos para o estômago. A comida retorna a boca através de ânsias de vômitos. É necessária a Endoscopia para fazer o alargamento deste canal.



CIRURGIA ABERTA

A cirurgia aberta, ou Laparotomia, trata-se de uma incisão ( corte ) no abdome de 10 até 15 cm (corte vertical um pouco abaixo dos seios até o umbigo). O cirurgião atua diretamente sobre os órgãos, com uma visão ampla e direta.

A recuperação é mais lenta e de maior cuidado, podendo o paciente acordar com dores no corte ou senti-las mais tarde. A cicatriz é grande e pode ser retirada atraves de cirurgias plásticas, mais tarde.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Reunião



Ontem na reunião houve um clima pesado. Alguns operados falaram, uns acharam q o pós seria bem pior mas que acabou sendo mais fácil que imaginavam, mas teve um moço q sofreu muito c a cirurgia dele, e para ajudar ele ficou num quarto c uma pessoa q teve todas as complicações possíveis. Esse moço caiu de paraquedas na cirurgia (opera ou opera) nem deu tempo p ele amadurecer a idéia, mesmo ele dizendo q não se arrependeu da cirurgia e q faria novamente ele foi ríspido e até admitiu que se soubesse como seria não teria feito. Nisso uma outra pessoa bem abalada falou p o Dr. como fica a cabeça de uma pessoa q está pensando em operar e escuta pessoas radiantes c a sua cirurgia e ouvi aquele moço falar daquela forma (o cara já chorando). Sabe confesso q achei a mesma coisa, mas sou tímida e falei pouco. Já a trás de mim tinha um senhor de 45 anos, bem esclarecido e confiante, falou muitooooo sobre procedimentos e coisas q tenho a mesma opinião que ele.

O que fazer ?!?!




Gostei da Dra ...até participei de uma reunião ontem no hotel Araí. Mas quem ficou balançado foi o meu marido...rs eu já sabia que seria Punk, mas ele não imaginava que fosse assim, ele já falou que me apoia na decisão que eu tomar, é a pessoa que mais me incentiva (MARIDÃO) mas ele ficou preocupado.
Ela me passou os exames para fazer (uma porrada), vou fazer com calma para amadurecer melhor a idéia, assim não assusto o menino e crio mais forças. Medo é claro que tenho, afinal não é uma cirurgia simples, cheia de risco durante e depois, todas as pessoas q eu conheço q operaram e são meus amigos estão muito bemmm,o problema que tiveram foi de entalar, vomitar e falta de vitaminas, não dá para ter certeza se comigo será assim tbm é um risco que corro, existem muitas complicações.
Que preciso emagrecer isso é fato, c imc de 42... fora o meu triglicerídeos que deve estar alto, sei que tbm corro riscos AGORA, já tentei várias vezes emegrecer, e consigo ...mas muitas vezes com remédio, o problema é que acabo voltando ao peso.
É FÁCIL OLHAR PARA ESSES AMIGOS E VER QUE ESTÃO BEM E NÃO TIVERAM COMPLICAÇÕES mas elas exitem e não dá para prever quem terá, mesmo sabendo da importância de todos os exames.
MINHA CIRURGIA Fobi Capella sem Anel por Vídeolaparoscopia


SEJA O QUE DEUS QUISER



TENHO QUE MARCAR


Endócrino
Nuticionista
Psicólogo
Cardiologista
Pneumologista
Cirurgião Vascular
exame de sangue
endoscopía
ultra som abdominal

terça-feira, 4 de outubro de 2011

1º consulta

Minha primeira consulta c a Dra Cinara médica da Danielle Mariano.
O que estou sentido é uma mistura de ansiedade, frio na barriga, estou na torcida... para que me sinta bem c ela, já que em 2009 passei c o Dr Paulino dá para ter uma idéia. Tenho várias indicações o complicado é quem atende pelo meu convênio, e depois do problema da Dani c o Dr. Paulino fiquei desanimada.
Dra CINARA as 17:45



"Não haverá borboletas se a vida não passar por
longas e silenciosas metamorfoses."


(Rubem Alves)

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

CORES E PERFUMES




Não é apenas o colorido da borboleta
que me encanta.
Também tua alma ...
Pois carrega, o perfume das flores.






Bruno de Paula

Amigas de grampo q me fazem companhia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Translate

TABELA XAN

115 kg 03/02/2012 imc 42 manequim 52

110 kg 08/02/2012

105 kg 23/02/2012

102 kg 02/03/2012 imc 37

98 kg 19/03/2012 -17 kg em 45 dias

95 kg 15/04/2012 manequim 48

93 kg 02/05/2012 imc 34 obesidade grau I em 90 dias

91 kg 10/05/2012

91 kg 05/06/2012 platô sai de mim :(

89 kg 09/06/2012

87 kg 18/06/2012 imc 32

85 kg 02/07/2012 -30 kg faltam 10 kg p minha meta

84 kg 03/08/2012 (férias) - manequim 46

82 kg 08/08/2012 imc 30

81 kg 06/09/2012

10/09/2012 A CASA CAIU, GANHEI 1 KG NO FERIADO

13/09/2012 UFA JÁ PERDI ESSE QUILINHO

81 kg 03/10/2012 0 kg :(

80 kg 10/10/2012 - 35 kg

80 kg 05/11/2012 imc 29 sobre peso

79 kg 13/11/2012 dor de garganta

78 kg 14/11/2012

77 kg 30/12/2012

76 kg 04/02/2013

:( engordei 1 kg no Carnaval


75 kg MINHA META

73 kg META da gastro e 5 kg c a plástica = 68 kg


1º mês 13 kg - 2º mês 4 kg - 3º mês 5kg - 4º mês 2 kg - 5º mês 6 kg - 6º mês 1 kg - 7º mês 3 kg - 8º mês 0 kg - 9º mês 1 kg - 10º mês 2 kg - 11º mês 1 kg - 12º mês 1 kg